Seguidores

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

O último capítulo?


É da natureza humana viver em uma constante despedida, seja ela de qualquer forma, passando por um até mais, e terminando em um adeus, sempre iremos viver com essas despedidas. O amor está justamente inserido neste contexto, e a partir dele vivemos em um ciclo vicioso que nos preenche de esperança, expectativas e de poder realizar com a pessoa amada, os sonhos mais lindos de uma história de amor, vislumbrar as belezas do mundo e poder sempre, arrancar um sorriso seu!  É possível? É sim, mas com um detalhe, quando há reciprocidade, quando a compreensão está acima da razão e do egoísmo que nos cerca.

Hoje não posso mais olhar as flores do meus campos, nem as pétalas desabrochando em meus jardins que as fiz exclusivamente à você, pois elas embernaram em meu coração em minh'alma. 

Não raia mais em meu caminho o brilho do sol que tu fizeste eu enxergar, pois as nuvens de nosso egoísmo, as cobriram e derramaram sobre nós tempestades de saudades misturados com tudo o que não existia entre nós.

Todos os cantos dessa cidade, bares, igrejas, mercados,
Toda nossa cultura, carnaval, quadra junina, marabaixo,
Todas as frases, tu és demais, adoro você e boa noite,
Todas comidas, do churrasquinho de gato ao temaki 
E todos os amores desta vida, me lembrarão de você.

Hoje sinto-me a pessoa que no meio da escuridão, tua luz raiará somente pra dizer que realmente "EU NÃO CONSIGO VIVER LONGE DE TI"

É incrível, pois eu também não consigo, e por isso vou sobrevivendo, e a cada dia matando um leão que me cerca. Acima de uma grande frustração que tive, tenhas certeza que além do amor não correspondido, eu te amei de verdade e sem problema em dizer isso à ninguém.

Nossos olhos sempre certos do que queríamos, mas nossas mentes sempre erradas, ou vice-versa.
Se for o último capítulo, que seja, mas que seja apenas de uma temporada e de um até logo, pois o amor é pra sempre.

Cláudio Rogério


Nenhum comentário:

Postar um comentário